16 julho, 2010

Pressentimento

Gustavo Klint  - Árvore da Vida 

      Esperei-te, aqui, várias estações da vida.
Vi nascer e morrer todas as flores.
Vi brotar e esmaecer todas as cores
- dor de alma tantas vezes repetida.

Original e único só o momento
em que, por força de um pressentimento,
retive a sensação do teu calor.

A ele recorro, em cada fim de tarde,
e tento, no amparo desta árvore,
vencer o desamparo, o frio, a dor.

Ocorreu um erro neste gadget